Serviço voluntário, a idéia é simplesmente ajudar!


Confesso, nunca prestei nenhum tipo de trabalho voluntário, a não ser voluntário pra mim mesmo, arrumar um jardim (moro em apartamento), lavar o carro (nem isto eu faço, no lava rápido é muito mais pratico), levar o cachorro pra passear (não tem cachorro), bem, ultimamente nem pra mim, só se render alguma coisa. Mas também vou confessar já pensei bastante em um dia tirar algumas horas que passo na internet e fazer um trabalho voluntário, mais ou menos àquelas promessas de final de ano. Entretanto ainda vou fazer isto.

A questão básica para quem tem tempo ou não, disposição ou não, o trabalho voluntário acredito que seja algo bastante positivo para quem o faz, e para quem o trabalho é prestado, é uma forma de se redimir um pouco e deixar alguém feliz. Infelizmente ainda muita gente não tem a disposição e fala que não tem tempo, mais ou menos assim como eu.

Mas, o pior de tudo, que tem algumas pessoas que resolvem prestar estes serviços voluntários em alguma entidade e depois de algum tempo tem a cara de pau de ir ao Ministério do Trabalho ou direto na Justiça Trabalhista e solicitar o vinculo empregatício e ainda pedir verbas indenizatórias. Tem de tudo.

Portanto se torna imperativo saber que existe uma lei a de nº 9308 de 18/02/1998 e outras que explicitamente considera a atividade do serviço voluntário não remunerado, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada sem fins lucrativos que atendam algumas finalidades não cria nenhum vinculo trabalhista e nem previdenciário ou afim.

Então ta, se um dia você se decidir, antes de mim em prestar este tipo de serviço, será uma via de mão única, ou não, a única coisa que você receberá em troca provavelmente seja um muito obrigado e um sorriso sincero de agradecimento.

Anúncios

20 Respostas

  1. Existe um contrato que é para este fim, voluntariedade é coisa para ser lavada a sério, se não tomar os devidos cuidados na hora do contrato de trabalho, o contratante pode ter problemas.
    abraços forte

    • Realmente, tem de ter cuidado.

  2. Saudações Natalinas!
    Amigo Joselito,
    Por isso é que sou um admirador seu, o seu relato pessoal espelha a sua grandeza de espítrito. O seu texto é consciencioso e educativo além de nos informar que existe uma legislação que norteia a nobre ação de atividade voluntaria!
    Parabéns pelo post!
    Abraços,
    LISON.

    • Obrigado Lison,

  3. Uma lei regulamentando a caridade é tudo o que precisamos para arrombar as portas do céu quando nosso ingresso for recusado por falta de cumprir algum requisito burocrático-espiritual.

    Bastará apresentar o relatório em quatro vias dos favores prestados voluntariamente protocolados e carimbados com data atual e assinatura do “cara” de plantão…

    • Cara, você me fez lembrar do Raul Seixas e a sua musica do Carimbador Maluco …

  4. Normal é ser DiFeReNtE!!!!

    http://comunidadeaacd.ning.com/profile/vivianefelix

    Sou uma Super Mãe Especial!
    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=94413981

    ****************

    http://twitter.com/vivinight

    Blog do Davi
    http://vivifelix.blog.terra.com.br/
    ***************************

  5. Bem. Pratico serviço voluntário a mais de trinta anos e o meu partão é Deus.
    João

    • Grande João, quando crescer quero ser igual a voce. Meus parabéns.

  6. Excelente texto Joselito.

    Com ares de brincadeira você conseguiu passar uma linda mensagem de solidariedade.

    Temos que ajudar no que pudermos, e ajudar é não esperar nenhum tipo de recompensa, nem esperar um “obrigado”, pois isso nada significa perto da grandeza do seu gesto.

    Parabéns.

    Bjs.

    Rosana.

    • Obrigado. Mas, eu espero ainda fazer alguma coisa.

  7. Um sorriso de agradecimento sincero me parece um justo pagamento.

    Um forte abraço!

    • É justo.

  8. JB,

    Eu penso que, quem se propõe fazer voluntariado, não espera mais do que um sorriso e o prazer de ter sido útil.

    Infelizmente sou como tu, excluindo algum trabalho aqui no meu bairro, nesta altura natalícia, a única coisa que faço voluntariamente é dar sangue duas vezes por ano.

    Abraços
    Luísa

    • Eu nem isso.

  9. Olá amigo,

    Parabéns pela franqueza.

    O trabalho voluntário é muito gratificante para quem o recebe e principalmente pra quem o pratica.

    Grande Abraço;

    Lauro Daniel

  10. O que eu faço de voluntário é ajudar animais abandonados. Neste caso, não se ganha nem um sorriso e muito menos se ouve a palavra “obrigado”, mas os olhinhos agradecidos destes bichinhos valem por mil palavras. O governo não faz muito por este problema, que depende da boa vontade dos cidadãos e dá um trabalho danado.

  11. Olá JB,

    No início deste ano passei a fazer trabalho voluntário para duas entidades, muitas vezes nem “Obrigado” você recebe. Mas o mais importante, é fazer algo que você goste muito. Aí você sentirá prazer em ajudar. Falo PRAZER, porque é o que agente sente quando faz o que gosta. Dessa forma, até esquecemos que é um “Serviço Voluntário”. Pense nisso! Tenho certeza que você irá encontrar tempo. Um abraço.

  12. Olá,

    Muito bom seu artigo!
    Então tem pessoas que prestam serviços voluntários e depois entram com recurso no Ministério do Trabalho, pedindo verbas indenizatórias? Nossa…q absurdo! Nunca tinha ouvido falar…olha o povo age de má fé mesmo!
    Parabéns pela abordagem do tema.
    Fernanda pautajornalistica.blogspot.com

    • É assim mesmo … tem de tudo neste mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: