Criança … cada vez mais cópia dos adultos!!!

Vivendo a imagem e semelhança, e a cada dia com o mundo cada vez mais próximo através da televisão, internet e todas as facilidades de acesso as crianças seguem os exemplos dos adultos tanto para o bem como para o mal. Que bom se fosse apenas para uma pose inocente de uma self.

 

12002209_10207620340376036_630844875654713817_n

Anúncios

Estive aqui fazendo as contas, e no ano que vem vou precisar de 30 bi.

Então, não tem jeito não, as contas não vão fechar, já estou avisando com antecedência para que ninguém venha falar que não avisei, o negócio agora é todo mundo se mexer, pois a coisa que estava feia vai ficar ainda pior, ou me arrumam este dinheiro, ou começo a não pagar ninguém. Tenho muitas despesas e não tenho como cortar então o negócio é tirar dinheiro dos outros, chegou a hora de todo mundo dá sua contribuição para o ano que vem, a que deram este ano valeu pouca coisa.
Dizem que o Brasil é maior que o abismo, eu até acredito nesta máxima, mas fico aqui pensando como é bom fazer gentileza com o chapéu dos outros, já dizia minha avó.
Eu só sei de uma coisa, o ano de 2016, apesar de todo mundo no final de ano desejar que seja bom e feliz, não será nada bom e nada feliz. E olha que hoje estou otimista.

 

11742902_10207564287654753_4163724782154299856_n

A dificuldade da aceitação de ser contrariado

Pode ser que sejam coisas da infância, crianças que sempre tiveram tudo, crescem e acreditam que podem continuar tendo tudo o que desejam, e irremediavelmente isto não é possível, então a tendência é a irritação, o desespero, e até o desejo de vingança.
No fundo ser contrariado é uma forma de entendermos que não somos soberanos, temos nossas limitações, que na maioria das vezes está no limite do outro, mas, sempre acreditamos que podemos ultrapassa-los.
A paciência ainda é o melhor remédio para quando percebermos que fomos contrariados, e descobrimos que aquilo que idealizamos não solidificou, que o nosso coração desejou muito e diante do fato se apertou e neste momento tem de buscar a maturidade.
Ninguém gosta de conviver com a contrariedade, pois na maioria das vezes entendemos como fracasso, mas acredito que nestes momentos que devemos buscar ajuda se for o caso com pessoas mais experientes, que possam aconselhar e ajudar a descobrir o melhor caminho a trilhar, que apesar de acreditarmos que somos o centro do universo, e que tudo e todos deveriam ser curvar a nossa majestosa vontade, nem sempre, ou quase sempre não é assim que acontece. Quando não temos força suficiente para entender isso, nos questionamos, e nos tornamos infelizes e não buscamos nisto uma lição de vida para podermos exercer a realidade em nosso beneficio, nos tornando mais fortes ou pelo menos mais humildes. E quase sempre voltamos a cometer os mesmos erros.

11889465_10207520150471351_351340192883614201_n

As vezes você quer mantê-lo para fora!!!!

Uma cerca, um muro, uma parede nem sempre terá a mesma conotação, por vezes a ideia é manter alguém dentro, mas estamos chegando a uma triste realidade, por vezes se torna mais pratico construir um muro em nossa volta, aparentemente estaremos mais livres.
“As grades do condomínio são para trazer proteção mas também trazem a dúvida se é você que está nessa prisão”
Liberdade, apenas para dentro da cabeça.

 

11781716_10207489206697776_8704907634159818817_n

As crianças aprendem com bons exemplos!!!

Mas, isto não quer dizer que os maus exemplos também não sejam lições de vida. Bem, eu não sou um grande exemplo, acabei sendo um pai ausente, todos os meus filhos estão grandes e todos do bem, tem coisas que fazem parte do DNA (eu querendo achar uma desculpa), mas graça as mães deles todos fizeram o bom combate e souberam discernir entre o bem e o mal. Entretanto tenho toda a certeza do mundo, qualquer criança que tiver bons exemplos de seus pais desde pequena, onde os pais evitam palavrões, evitam as drogas, não passam em sinais fechados, não param em vagas de cadeirantes, não jogam papel no chão, ensinam que quando recebe o troco a mais tem de devolver não estão formando babacas, estão formando cidadãos que provavelmente não irão cometer crimes comuns e muito menos se envolverão em crimes de lesa Pátria, pois saberão desde cedo o é certo e o que é errado. É o que eu acho.255333_341312522614978_1762565351_n

“Vou apertar, mas não vou acender agora”

Vou esperar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), vai que eles liberam. Brincadeira, sou um completo careta para este negócio de drogas (tirando o cigarro(parei, faz tempo), o álcool da cerveja, o McDonald’s e a Fanta uva, que já tive meus porres), não tenho nem ideia de qual seja o odor desta tal de maconha.
Quando ouvimos falar em STF já imaginamos a SUPREMA CORTE (coisa de americano), o topo dos topos, onde no final quando ninguém mais se entender, lá chega a demanda e quando baterem o martelo não tem mais apelação. A gente acredita que os 11 ministros são os “bam bam bans” da parada, as decisões deles sempre serão as mais justas possíveis dentro dos parâmetros por eles seguidos, antes das convicções pessoais, estarão a Constituição do País, as leis vigentes e o impacto na sociedade que causara a decisão desta corte.
Neste momento a discussão é ainda bastante tímida. Adquirir, guardar, portar drogas para consumo próprio hoje é considerado crime, o STF vai decidir se esta lei é constitucional ou não. Ou seja, se a lei for considerada inconstitucional todo mundo vai poder guardar em casa, portar no carro, no bolso, no ônibus a sua “droguinha” de cada dia, numa boa, e ninguém vai poder falar nada, e usar, bem, está implícito. Então dentro da mesma panela estarão usuários e traficantes, e ai o cara diz que consume bastante então guarda e porta bastante, vai que o preço dispara, com estes índices loucos de inflação, o negócio é estocar bastante.

Bem, neste nosso País sem critérios e sem controles, quais serão os critérios que serão adotados para separar o usuário do traficante? Sei lá, dependendo da decisão, mais um tiro no pé, igual a mágica de diminuir a idade penal para acabar com o crime, liberar as drogas e acabar com o tráfico.

11017872_10207477924535729_4812543853431071439_n

Homem convida família e amigos para confraternização horas antes de tirar sua vida em clínica de morte assistida

Jeffrey Spector, de 54 anos, de Lytham St Annes, Lancs, Inglaterra, um pai de três filhos, decidiu morrer depois que médicos encontraram um tipo de câncer em sua coluna.

A doença era inoperável e o homem poderia perder os movimentos do corpo a partir do pescoço.

Jeffrey conversou com a família sobre sua decisão depois que sua saúde piorou e, obviamente, eles discordaram, mas aceitaram que o homem tivesse sua própria opinião e respeitaram sua vontade.

O procedimento foi realizado na Dignitas, uma clínica de suicídio assistido em Zurique, Suíça, porque no Reino Unido a prática é considerada ilegal. A família o acompanhou.

Um dia antes da derradeira hora, a família almoçou junta de amigos e os últimos dias de Jeffrey foram registrados por uma equipe de filmagem, a fim de realizar um tributo a ele para que a família sempre guarde suas lembranças.

Sua esposa, Elaine, de 53 anos, e as filhas, Keleigh, de 21, Courtney, de 19, e Camryn, de 15, estavam com ele na clínica no momento de sua morte.

Antes de morrer, ele cumpriu alguns dos itens de sua “lista de desejos”. Um deles foi o de voar em um Spitfire, avião da Segunda Guerra Mundial. Ele engoliu um veneno para que pudesse morrer.

 

8101 201508111214588810