Estive aqui fazendo as contas, e no ano que vem vou precisar de 30 bi.

Então, não tem jeito não, as contas não vão fechar, já estou avisando com antecedência para que ninguém venha falar que não avisei, o negócio agora é todo mundo se mexer, pois a coisa que estava feia vai ficar ainda pior, ou me arrumam este dinheiro, ou começo a não pagar ninguém. Tenho muitas despesas e não tenho como cortar então o negócio é tirar dinheiro dos outros, chegou a hora de todo mundo dá sua contribuição para o ano que vem, a que deram este ano valeu pouca coisa.
Dizem que o Brasil é maior que o abismo, eu até acredito nesta máxima, mas fico aqui pensando como é bom fazer gentileza com o chapéu dos outros, já dizia minha avó.
Eu só sei de uma coisa, o ano de 2016, apesar de todo mundo no final de ano desejar que seja bom e feliz, não será nada bom e nada feliz. E olha que hoje estou otimista.

 

11742902_10207564287654753_4163724782154299856_n

Os desmandos dos políticos e o nosso silêncio constrangedor

Infelizmente nós não vivemos num País sério, ou melhor, não somos sérios o bastante para construir um País. Vivemos no eterno faz de conta, na esperança, e acreditando nas promessas dos políticos. E isso não é de agora, desde a época que ainda éramos portugueses, ou seja, séculos de convivência e conivência com todos os desmandos.

Toda essa passividade nos coloca como verdadeiros cúmplices. Na verdade, uma parte humilde mesmo sem forças para pensar e opinar e se sujeitam as esmolas do governo. Outra grande parte, faz de conta que contesta o governo, mas na verdade o maior desejo é participar de concurso publico pra ter estabilidade, tentar descolar um cargo comissionado, arrumar um emprego para a mulher com algum político, ou mesmo um jeitinho de se arrumar, de se dar bem. Até gosta de falar nas rodas de amigos que é contra isso e aquilo, é contra a corrupção, mas na primeira oportunidade que tem, fura uma fila, fica com o troco errado, para na vaga do deficiente e ainda chama de bobo quem quer obedecer às leis.

Quantos e quantos escândalos já tivemos neste País? Não tem conta e nem valores, é um absurdo o que de dinheiro já foi desviado, de todas as formas, inimaginável. E cada dia que passa, tantos outros aparecem.

Num País mais ou menos sério, todos estes escândalos seriam esclarecidos em pouco tempo, não haveria protelação, seria denunciados e investigados a fundo e os responsáveis seriam punidos.

Com o ultimo escândalo, a chamada operação mãos limpas, onde já foram identificados e presos vários operadores de corrupção entre empresas do governo, a Petrobrás e empreiteiras e uma quantidade de políticos da vez envolvidos em mais um sequestro dos bens do povo. Com tudo isso acontecendo no governo da presidente Dilma, o mínimo que poderia se esperar que iniciasse uma rejeição pelo seu nome dos eleitores, mas, pelo contrário a população não esta nem ai e ela continua firme e forte.

Do outro lado o candidato da chamada oposição, sabendo que tem tudo para perder, parece jogar a toalha, então deveria ter a hombridade o suficiente para denunciar todos os desmandos do atual governo, explicar, dá a tonica, não deixar passar esta oportunidade. Ou vai ficar marcado pelo medo, pelo silêncio, pelo seu telhado de vidro. E quanto ao povo, ignora a tudo que ai está, e as chamadas passeatas pelos R$ 0,20 um grande marketing, afinal é melhor se silenciar de forma constrangedora neste momento.

download (1)