Começamos a morrer assim que nascemos!

Não tem jeito, nascemos com prazo de validade. Alguns têm a validade estendida e outros apesar de ainda esta com a validade em dia resolve encurta-la e para outros infelizmente são encurtadas.

Segundo o IBGE a expectativa do brasileiro esta em 74,9, ou seja, se você passou deste tempo considere-se um privilegiado e já esta no lucro, quem ta começando agora pode ver estes números la longe, enquanto para alguns outros ele já está perto demais. Calor se você mora em Santa Catarina a sua expectativa sobre para 78,1. Bem, de maneira geral se você for homem vai vier em torno de 71,3 e se for mulher vai chegar até os 78,6.

Claro, que isso é número, e cada caso é um caso, as individualidades irão se sobrepor aos números,as médias e estatísticas, mas uma coisa é certa,  poucos irão passar dos 100 anos de idade com uma qualidade de vida boa.

Por que estou falando sobre isto? Simples, de tudo que temos de precioso, o tempo é uma das coisas mais importante, porque não podemos repor; tempo perdido é perdido, tempo gasto de forma errada é tempo usado, tempo vivido de forma triste, não tem como repor. Ou seja, quando entendermos esta preciosidade, o quanto ele é escasso, e às vezes muito mais pra uns do que para outros vamos de uma vez por todo deixar de “passar o tempo” ou “matar o tempo” e partir para viver cada segundo fazendo o que gosta como se fosse o ultimo, e como diz o poeta, pode ser que realmente seja.

Matando o tempo 05

 

Anúncios

O tempo esta se movendo mais rápido

Não, na verdade a medida do tempo continua a mesma, o ano 365 dias (com uma exceção a cada quatro), o dia 24 horas, as horas 60 minutos, bem, até ai tudo normal. A grande questão, com o advento da tecnologia, com a agitação de nossas vidas, com o viver mais intenso e tenso a nossa percepção de tempo mudou, inclusive esta sensação muda de individuo para individuo, considerando ai a idade, condição social e emocional.

Lembro que para completar 18 anos o tempo nunca se moveu tão devagar, e depois bem, nunca passou tão depressa, guardado algumas exceções. Quando estamos vivendo algo bom de forma plena o tempo passa ainda mais rápido e a nossa vontade é quase sempre fazê-lo parar e o contrario é também verdadeiro, quando passamos por algo ruim o tempo se arrasta.

As vezes o tempo nos cria um paradoxo, sim, a expectativa de algo bom, de uma realização, vivemos radiantes dentro disso, mas ao mesmo momento sufocados porque para encontramos este pote de ouro no final do arco-íris é primordial que o tempo passe mais rápido, mas neste momento ele teimosamente se arrasta, ou apenas cumpre o seu papel.

Sempre quando penso no tempo e nas datas comemorativas em sua maioria instituídas pelo comércio, imagino o cara que conseguiu esta proeza de fatiar o tempo em partes, horas, dias, meses, anos, que tem um ciclo, que se renova sempre, e sempre é a mesma coisa, terminamos um ano e já estamos cheios de esperança que o próximo será melhor. Este cara sim, o fatiador do tempo deveria ganhar um premio por conseguir quase sempre encher de esperança qualquer individuo que acredite nisso.

Porque estou dizendo isso, bem, primeiramente porque temos de ter esperanças e acreditar, segundo porque mesmo que o tempo insista em nos punir ou com sua rapidez ou dormência ele é o fator de convergência, e terceiro porque tenho certeza que no final ele será meu amigo, e por ultimo, passeando hoje pela cidade, antes mesmo do dia da criança, la estavam em algumas lojas os enfeites de Natal e nos supermercados os famosos panetones. Então de certa forma me senti feliz e mais um pulo estaremos em dezembro, ta bom, tem até Natal, mas não é o mais importante.

 

images